Blog Fastmotos

Destaques

jan
19

Honda: Nova Biz 125 Flex 2011

Por Hiderlanio em Honda, Lançamentos | Tags: , , , | Honda: Nova Biz 125 Flex 2011

A Biz 125 já conquistou o público brasileiro: desde a sua apresentação ao mercado, em 2005, o modelo já acumula mais de 970 mil unidades comercializadas. Sinônimo de conveniência, agrada aos mais variados estilos e idades, e atende às necessidades do público que procura independência na locomoção e prazer ao pilotar. Funcional, é adequada para o lazer aos finais de semana, para a locomoção no dia a dia e para o trabalho.

Agora, o modelo 2011 da líder da categoria Family chega às concessionárias totalmente renovado. Chassi e carenagem receberam alterações em cerca de 95% de seus componentes. As mudanças, além de contribuírem com o conforto do piloto e do garupa, resultaram em um design ainda mais sofisticado e moderno. O motor, mais suave, ganhou balancins roletados no cabeçote.

Completando a série de inovações, a motoneta agora é flex, permitindo a utilização de gasolina, etanol ou a mistura de ambos em qualquer proporção. Assim, amplia a linha bicombustível disponibilizada pela Honda, que já contava com as motocicletas CG 150 Titan, CG 150 Fan e NXR 150 Bros.

A novidade reforça o compromisso ambiental da Honda, uma vez que o etanol (álcool), além de estar alinhado com a estratégia de matrizes energéticas do governo brasileiro, tem a vantagem de ser uma fonte de energia renovável e menos poluente quando comparado à gasolina.


Design moderno e sofisticado

A Biz 125 teve seu design totalmente reformulado. O escudo frontal de maiores dimensões amplia a proteção do piloto contra a ação do vento e de respingos. A carenagem, com maior área pintada na cor da motocicleta, aumenta a atratividade do modelo e renova sua identidade visual. O escapamento em preto confere sofisticação e harmonia, contando ainda com protetor em aço inox polido, com linhas marcantes e visual moderno.

Na dianteira, o conjunto óptico é composto por novo farol e piscas dianteiros com refletores multifocais. Na traseira, a lanterna e os novos piscas independentes asseguram excelente visualização em meio ao trânsito. Para aumentar a segurança, o farol possui acendimento automático.

Já os espelhos retrovisores, com formato exclusivo, acentuam a beleza e a funcionalidade da motocicleta.


Prazer na pilotagem

O porte da Biz 125, aliado ao peso seco e às dimensões de 1891 mm de comprimento, 726 mm de largura e 1087 mm de altura, com distância mínima do solo de 130 mm, resulta em maneabilidade, leveza e facilidade na pilotagem.

Para ampliar o conforto, o assento em dois níveis está mais  amplo e foi reposicionado, oferecendo mais espaço para as pernas do piloto. O uso urbano é favorecido pela posição de pilotagem natural, confortável e ergonômica. Para o garupa, o conforto foi reforçado pelas novas pedaleiras, agora fixadas ao chassi.

O painel de instrumentos possui excelente visualização e apresenta hodômetro, marcador do nível de combustível e escala de utilização das marchas no velocímetro, além de luz de diagnóstico da injeção eletrônica, itens que permitem fácil monitoramento do veículo.

Visando auxiliar o consumidor em relação ao funcionamento da tecnologia Mix, o painel traz ainda a luz “ALC”, que acenderá sempre que houver mais de 80% de etanol (álcool) no tanque e piscará em condições de temperatura ambiente abaixo de 15°C.

O chassi é construído em tubos de aço que oferecem resistência aos impactos, robustez e dirigibilidade. Já as suspensões dianteira telescópica, com 100 mm de curso, e traseira, com dois amortecedores de 86 mm de curso, foram ajustadas e formam um conjunto estável e resistente mesmo para o uso em condições adversas.

O modelo utiliza sistema de freios a tambor, com 130 mm de diâmetro na dianteira e 110 mm na traseira, assegurando frenagens progressivas e seguras, com baixo custo de manutenção. As rodas, traseira de 14“ e dianteira de 17”, possibilitam maior equilíbrio desde as baixas velocidades e contribuem para estabilidade, dirigibilidade e conforto.


Motor flex: mais amigável ao meio ambiente

O propulsor OHC (Over Head Camshaft), 4 tempos, arrefecido a ar, de 124,9 cm3, está mais suave graças aos novos balancins roletados no cabeçote. A novidade proporciona movimento mais preciso das válvulas, resultando em menos perdas por atrito e menor desgaste das partes internas móveis. Assim, aumenta-se sua eficiência e eleva-se seu grau de durabilidade, o que resulta em pouca necessidade de manutenção e maior confiabilidade.

O motor é alimentado por injeção eletrônica de combustível PGM-FI (Programmed Fuel Injection), que reduz a emissão de gases poluentes, contribui com a eficiência do motor e a economia de combustível.  A tecnologia Mix permite a utilização de etanol, gasolina, ou a mistura de ambos em qualquer proporção. A potência máxima é de 9,1 cv a 7.500 rpm e torque de 1,01 kgf.m a 3.500 rpm com ambos os combustíveis.

Assim, o modelo é ideal para o uso diário, pois mostra força em subidas, mesmo com garupa, e bom desempenho no trânsito urbano. Além disso, atende aos rigorosos padrões estabelecidos pelo Promot (Programa de Controle da Poluição do Ar por Motociclos e Veículos Similares), apresentando níveis de emissões expressivamente mais baixos que os estipulados pela legislação, conforme tabela abaixo:

A Biz 125 já conquistou o público brasileiro: desde a sua apresentação ao mercado, em 2005, o modelo já acumula mais de 970 mil unidades comercializadas. Sinônimo de conveniência, agrada aos mais variados estilos e idades, e atende às necessidades do público que procura independência na locomoção e prazer ao pilotar. Funcional, é adequada para o lazer aos finais de semana, para a locomoção no dia a dia e para o trabalho.

Agora, o modelo 2011 da líder da categoria Family chega às concessionárias totalmente renovado. Chassi e carenagem receberam alterações em cerca de 95% de seus componentes. As mudanças, além de contribuírem com o conforto do piloto e do garupa, resultaram em um design ainda mais sofisticado e moderno. O motor, mais suave, ganhou balancins roletados no cabeçote.

Completando a série de inovações, a motoneta agora é flex, permitindo a utilização de gasolina, etanol ou a mistura de ambos em qualquer proporção. Assim, amplia a linha bicombustível disponibilizada pela Honda, que já contava com as motocicletas CG 150 Titan, CG 150 Fan e NXR 150 Bros.

A novidade reforça o compromisso ambiental da Honda, uma vez que o etanol (álcool), além de estar alinhado com a estratégia de matrizes energéticas do governo brasileiro, tem a vantagem de ser uma fonte de energia renovável e menos poluente quando comparado à gasolina.


Design moderno e sofisticado

A Biz 125 teve seu design totalmente reformulado. O escudo frontal de maiores dimensões amplia a proteção do piloto contra a ação do vento e de respingos. A carenagem, com maior área pintada na cor da motocicleta, aumenta a atratividade do modelo e renova sua identidade visual. O escapamento em preto confere sofisticação e harmonia, contando ainda com protetor em aço inox polido, com linhas marcantes e visual moderno.

Na dianteira, o conjunto óptico é composto por novo farol e piscas dianteiros com refletores multifocais. Na traseira, a lanterna e os novos piscas independentes asseguram excelente visualização em meio ao trânsito. Para aumentar a segurança, o farol possui acendimento automático.

Já os espelhos retrovisores, com formato exclusivo, acentuam a beleza e a funcionalidade da motocicleta.


Prazer na pilotagem

O porte da Biz 125, aliado ao peso seco e às dimensões de 1891 mm de comprimento, 726 mm de largura e 1087 mm de altura, com distância mínima do solo de 130 mm, resulta em maneabilidade, leveza e facilidade na pilotagem.

Para ampliar o conforto, o assento em dois níveis está mais  amplo e foi reposicionado, oferecendo mais espaço para as pernas do piloto. O uso urbano é favorecido pela posição de pilotagem natural, confortável e ergonômica. Para o garupa, o conforto foi reforçado pelas novas pedaleiras, agora fixadas ao chassi.

O painel de instrumentos possui excelente visualização e apresenta hodômetro, marcador do nível de combustível e escala de utilização das marchas no velocímetro, além de luz de diagnóstico da injeção eletrônica, itens que permitem fácil monitoramento do veículo.

Visando auxiliar o consumidor em relação ao funcionamento da tecnologia Mix, o painel traz ainda a luz “ALC”, que acenderá sempre que houver mais de 80% de etanol (álcool) no tanque e piscará em condições de temperatura ambiente abaixo de 15°C.

O chassi é construído em tubos de aço que oferecem resistência aos impactos, robustez e dirigibilidade. Já as suspensões dianteira telescópica, com 100 mm de curso, e traseira, com dois amortecedores de 86 mm de curso, foram ajustadas e formam um conjunto estável e resistente mesmo para o uso em condições adversas.

O modelo utiliza sistema de freios a tambor, com 130 mm de diâmetro na dianteira e 110 mm na traseira, assegurando frenagens progressivas e seguras, com baixo custo de manutenção. As rodas, traseira de 14“ e dianteira de 17”, possibilitam maior equilíbrio desde as baixas velocidades e contribuem para estabilidade, dirigibilidade e conforto.


Motor flex: mais amigável ao meio ambiente

O propulsor OHC (Over Head Camshaft), 4 tempos, arrefecido a ar, de 124,9 cm3, está mais suave graças aos novos balancins roletados no cabeçote. A novidade proporciona movimento mais preciso das válvulas, resultando em menos perdas por atrito e menor desgaste das partes internas móveis. Assim, aumenta-se sua eficiência e eleva-se seu grau de durabilidade, o que resulta em pouca necessidade de manutenção e maior confiabilidade.

O motor é alimentado por injeção eletrônica de combustível PGM-FI (Programmed Fuel Injection), que reduz a emissão de gases poluentes, contribui com a eficiência do motor e a economia de combustível.  A tecnologia Mix permite a utilização de etanol, gasolina, ou a mistura de ambos em qualquer proporção. A potência máxima é de 9,1 cv a 7.500 rpm e torque de 1,01 kgf.m a 3.500 rpm com ambos os combustíveis.

Assim, o modelo é ideal para o uso diário, pois mostra força em subidas, mesmo com garupa, e bom desempenho no trânsito urbano. Além disso, atende aos rigorosos padrões estabelecidos pelo Promot (Programa de Controle da Poluição do Ar por Motociclos e Veículos Similares), apresentando níveis de emissões expressivamente mais baixos que os estipulados pela legislação, conforme tabela abaixo:

Limite Promot (g/km) Biz 125 (g/km)
Gasolina Etanol (Álcool)
Monóxido de Carbono (CO) 2,000 0,370 0,657
Hidrocarbonetos (HC) 0,800 0,104 0,188
Óxido de Nitrogênio (NOx) 0,150 0,083 0,063

O câmbio é semi-automático e rotativo, dispensando o acionamento manual da embreagem. O sistema simplifica a troca de marchas e permite ao motociclista passar da quarta para o neutro com o veículo parado. Com quatro velocidades constantemente engrenadas (N-1-2-3-4), a troca de marchas é suave, graças ao sistema de acoplamento das engrenagens. O modelo apresenta grande autonomia devido ao tanque de maior capacidade (5,5 litros).

A Biz 125 está disponível na versão KS, com partida a pedal, e ES, com partida elétrica. Conta com ignição full transitor (totalmente transitorizada), que proporciona maior rendimento na combustão. O modelo traz ainda bateria selada, de maior vida útil e isenta de manutenção.


Praticidade para o dia a dia

A Biz 125 conta com um porta objetos para o transporte de volumes variados e com o maior porta capacetes da categoria. As alças laterais auxiliam na fixação de pequenas cargas sobre parte traseira do assento.  Já a parte interna do escudo frontal apresenta um gancho de utilidades para o transporte de sacolas e bolsas.

Para ampliar a segurança do motociclista, possui Sistema Honda de Proteção, composto por shutter-key (fechadura adicional acionada com chave sextavada e codificação magnética) e comb-lock (trava do guidão associada à chave da ignição).

Mesmo com todas essas inovações, o preço da Biz 125 foi mantido: R$ 5.290,00 para a versão KS e R$ 5.890,00 para a versão ES. Os valores têm como base o Estado de São Paulo e não incluem despesas com frete e seguro. O modelo está disponível nas cores rosa metálico, verde metálico, vermelho e preto. A garantia é de um ano, sem limite de quilometragem.

Especificações Técnicas

Categoria Family
Motor OHC, monocilíndrico, 4 tempos, arrefecido a ar
Cilindrada 124,9 cm3
Potência Máxima 6,7 kW (9,1 cv) a 7.500 rpm
Torque Máximo 9,9 N.m (1,01 kgf.m) a 3.500 rpm
Combustível Gasolina  / Etanol
Diâmetro x Curso 52,4 x 57,9 mm
Sistema de Alimentação Injeção Eletrônica PGM-FI
Relação de Compressão 9,3 : 1
Ignição Eletrônica full transitor
Bateria 12V – 4 Ah (KS)

12V – 5 Ah (ES)

Farol 30/30W
Sistema de Partida Pedal (KS)

Elétrica (ES)

Tanque de Combustível 5,5 litros
Óleo do Motor 0,9 litro
Transmissão 4 velocidades
Embreagem Multidisco em banho de óleo
Sistema de Lubrificação Forçada, por bomba trocoidal
Suspensão Dianteira Garfo telescópico com 100 mm de curso
Suspensão Traseira Braço oscilante com 85 mm de curso
Freio Dianteiro / Diâmetro A tambor/ 130 mm
Freio Traseiro / Diâmetro A tambor/ 110 mm
Pneu Dianteiro 60/100 – 17M/C 33L
Pneu Traseiro 80/100 – 14M/C 49L
Chassi Monobloco
Altura do Assento 753 mm
Distância Mínima do Solo 130 mm
Dimensões (C x L x A) 1891 x 726 x 1087 mm
Distância entre Eixos 1261 mm
Peso Seco 101 kg (KS)

103 kg (ES)

Cores Rosa metálico, verde metálico, vermelho e preto
Preço Público Sugerido R$ 5.290,00 (KS)

R$ 5.890,00 (ES)

Jornalista responsável: Ricardo Ghigonetto (Mtb 14.150)

Compartilhe:
  • Print
  • Digg
  • StumbleUpon
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Yahoo! Buzz
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • Add to favorites
  • MySpace
  • Orkut
  • PDF
  • Rec6
  • Technorati

Tags: , , ,

Related Posts with Thumbnails

4 Comentários para "Honda: Nova Biz 125 Flex 2011"

  1. aluisio disse:

    essa nova biz tha muito feia,orroroza

  2. o meu sonho de consumo ……………………………….muito linda biz mais ……..muito m ais honda .

  3. Ribeiro disse:

    aluisío. vc nunca possuio nem uma bicicleta,pra vc dizer q essa linda biz é feia.
    se vc não tem oq falar,não venha com suas invejas pra k.
    vc tem q comentar é sobre compra premiada q é golpe certo.

  4. Felipe Schatz disse:

    Cada um tem uma opinião diferente certo .Eu acho que a biz bonita boa de consumo anda bem é bonita .A biz tambem ela é bastante segura ,na minha opinião o que eu acho de errado nela é que ela possui só 4 velocidades .bem que ela poderia ter 5 velocidades que faz bastante diferença .

Deixe Seu Comentário

8 + 6 =

Feed

Assine o Feed RSS do Blog FastMotos, e acompanhe em tempo real todas todas as notícias e informações do FastMotos. É Grátis!
Clique e Assine!

Rede Sociais

  • Enquete

    Quantas cilindradas tem a sua moto?

    Ver Resultado

    Loading ... Loading ...
  • Vídeos

  • úsuarios Online


    Contador de visitas

    Twitter



    Paperblog :Os melhores artigos dos blogs

    Powered By Wordpress
    Fastmotos | Design Por Hiderlanio | Fale Conosco